Liga Narrativa (Ago – Fim do Mundo): Fogo da Libertação

Liga Narrativa, Agosto de 2010.
Membro: Juca 999, de Duque de Caxias – RJ, representando Juca’s Blog
Tema: Fim do mundo.
Título: Fogo da Libertação.

Faltando poucos minutos para meia-noite, um líder tem aquela que seria a última conversa com seu grupo.

– Irmãos, é chegada a hora da partida. Finalmente encontraremos o Criador. Devemos deixar este mundo e habitar a Terra Prometida. Temo pelas almas daqueles que não compreenderam a verdade diante de seus olhos…

Humildemente, um dentre as dezenas de seguidores, questiona algo.

– Mestre, não há mesmo alguma forma de salvar os infiéis? Eles estão mesmos fadados a um destino tão triste?

– Irmãos, infelizmente, aos infiéis não resta mais salvação. Foi escolha deles. Quem negar a verdade estará perdido por todo o sempre. Não cabe a nós seu desfecho.

Um rápido momento de desânimo se abateu naquele grupo com cerca de trinta pessoas, jovens em sua maioria, trajando vestimentas peculiares, assim como o líder.

– Bem, meus irmãos, estamos próximos da hora. Sentaremos em círculo e começaremos nossa oração. Ao primeiro badalar do relógio, tomaremos a Água da Vida e, de olhos fechados, nos encontraremos com o Criador em toda a sua glória.

Um relógio badala e todo o grupo, exceto o Mestre, bebe um líquido transparente servido em pequenos frascos. Todos estão de olhos fechados e desfalecem. O Mestre se levanta e leva consigo seu próprio frasco. Em seguida troca de roupa e pega sua mochila recheada com procurações falsas assinadas por seus discípulos. Do porta-malas de um conversível, retira gasolina e fósforos. O pequeno rancho fica embebido no combustível e é incendiado com o fósforo que acendeu o cigarro do criminoso, que sorri vendo sua grande obra em chamas.

Dias depois, num bar de estrada, o Mestre está tomando uma cerveja gelada quando repara que, numa pequena e velha televisão próxima ao balconista, uma reportagem fala sobre uma grande tragédia: cerca de trinta corpos carbonizados são encontrados num pequeno rancho no interior. O balconista se assusta com tamanha desgraça e comenta algo com o causador da matança, sem saber que era o próprio:

– Nossa, que terrível! Esse pessoal pensava que o mundo ia acabar e, de repente, todo mundo morto! Isso sim é o fim do mundo, não acha?

O Mestre toma mais um gole da cerveja e responde:

– Sim, é o fim do mundo. Pra eles.

Anúncios

Sobre Jaime Rangel

Jaime "JJ" Rangel é um cara de Duque de Caxias (RJ), franco, tranquilo e desmemoriado. Gosta de levar inquietação às mentes alheias (antes através do Juca's Blog e Roleplayer). Prefere 10 inimigos sinceros a 1 amigo indeciso. Cuidado ao perguntar algo, ele responderá a verdade. E a verdade é sempre mais divertida (pra ele).
Esse post foi publicado em Liga Narrativa e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Sua Inquietação

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s